User Experience, um método eficiente para captação e retenção de clientes

Você já ouviu falar em User Experience ou UX? Esse termo está na moda, mas poucas pessoas sabem o real significado e o impacto positivo que ele pode proporcionar para projetos diversos. Então, vamos lá! O que você precisa saber é que, o UX parte do conceito de projetar ao usuário a melhor experiência possível ao utilizar determinado produto ou serviço. Ou seja, ele sempre existiu. Afinal, constantemente estamos testando coisas antes de colocá-las em prática. Esse é um hábito, que deve prevalecer sempre e em diferentes situações, principalmente nas empresas e corporações.

Não podemos deixar de lembrar que, em um mercado competitivo, com clientes cada vez mais exigentes, se tornou obrigatória a busca por alternativas que garantam o sucesso e a competitividade de um produto ou serviço. Um dos caminhos é focar na satisfação do público-alvo. Para isso, é preciso considerar o User Experience (UX).

Dados positivos sobre o  UX

Atentas ao impacto positivo dessa nova ferramenta de trabalho, empresas de diferentes segmentos tem investido no UX. Recentemente, um estudo de caso feito por uma agência de design da Suécia – Creative Gold, percebeu que ao oferecer uma melhor experiência aos clientes, cerca de 40% das vendas podem aumentar, como aconteceu. Outro estudo, que foi realizado pela UI Engineering confirmou que, ao informar o público-alvo sobre os produtos no momento certo, pode-se dobrar as vendas de maneira significativa. O aumento do número de vendas aconteceu pelo fato do UX promover qualidade de interação entre empresa e cliente. Além de englobar outras percepções referentes aos produtos e demais serviços relacionados.

Ferramenta indispensável 

O amplo alcance de relação com os usuários e a metodologia do UX (User Experience), que tem como foco principal as necessidades dos usuários e a geração de soluções coerentes e assertivas, tem causado impactos significantes nas propostas de valores das empresas. Por isso, o UX  tem se tornado uma estratégia indispensável para o sucesso e conquista de mercado, principalmente o virtual, como no caso de criação de sites, aplicativos e todo tipo de produtos digitais.

O UX tem atuado também como um defensor da marca e/ou produto, graças ao compartilhamento das boas experiências de usuários nas redes sociais. Portanto, o UX é um caminho que não deve ser ignorado. Muito pelo contrário, a melhor decisão que você pode tomar hoje é de usar o User Experience como um diferencial para seu projeto de marca ou produto. O UX (User Experience) é uma coisa muito maior que uma simples interface com o usuário (UI) e o mais legal é que qualquer um que esteja disposto a entender sobre pessoas pode fazer, basta se dedicar e estudar.

Para que a experiência resulte em satisfação, o UX deve se pautar em alguns pilares, como:

  • Usabilidade: a aplicação deve ser simples de se usar;
  • Utilidade: tudo que o usuário precisa deve estar disponível e tudo que está disponível deve ter utilidade para ele;
  • Acessibilidade: o acesso às informações deve ser fácil;
  • Funcionalidade: o sistema deve ser eficiente para cumprir seu objetivo, tanto para a empresa quanto para o usuário.

Deixe uma resposta